Votorantim cria diálogo entre CSC e Inovação

Votorantim cria diálogo entre CSC e Inovação

27 de janeiro de 2017 foi a data em que a Votorantim inaugurou sua jornada em busca de inovar a área de serviços compartilhados.Com serviços prestados para as empresas do grupo e uma operação em Lima, no Peru, o Centro de Excelência de Curitiba puxou a fila para vender serviços de assessoria financeira, contábil e tributária para o mercado.

Neste dia 27, tive o prazer de fazer uma palestra para mais de 700 pessoas que estavam entusiasmadas com a ideia de poderem trabalhar sob a atmosfera de uma cultura mais inovadora. Neste dia, coloquei meu ponto de vista sobre as semelhanças e diferenças de duas disciplinas (CSC e Inovação), que tem suas práticas sendo utilizadas por empresas desde a década de 70 (lembrando que o economista austríaco Schumpeter já escrevia sobre os pressupostos da diferenciação em mercados competitivos, desde final dos anos 30).

MS VOT 04

Ambas são dependentes de processos contínuos e apresentam um conceito bastante amplo da gestão de negócios e que pode abranger todas as áreas de uma organização, seja ela do porte que for. E que, se bem aplicadas e funcionando adequadamente, produzem vantagens excepcionais para a organização como um todo.

VOT 4 MSClaro que a abertura que se vê em empresas como Starbucks, Netflix e P&G com a adoção de open innovation e pela Natura , GE e Porto Seguro com o corporate venture serão grandes desafios de manter o que funciona bem do status quo atual, enquanto, por outro lado, estes exemplos de grandes empresas vão impor um certo grau de incerteza nas discussões sobre inovação, porque envolvem um grau de avaliação de ideias muito maior do que aquelas que abordam planos operacionais ou previsões orçamentárias costumeiramente conhecidas.

Como eu disse lá no evento, o papel da liderança torna-se crítico para o sucesso, ela vai precisar acentuar o coaching em discussões, encorajando determinados tipos de comportamentos, ampliando as perspectivas dos membros da equipe e alavancando o moral dela. Como eu vi no excelente caso apresentado pelo Marcelo Miranda – presidente da Precon. E o mais importante: lembrar o time que o consumidor é quem está no comando  e assegurar que ele, cliente, seja mantido no foco das atenções e das decisões. Aos líderes e equipes da Votorantim desejo muito sucesso.

VOT MS 5

MS VOT 6

Leave a Reply