Uma Breve História do Futuro

Autor: Jacques Attali

Sinopse

Aproximadamente em 2060, ou mais cedo a menos que a humanidade desapareça sob um dilúvio de bombas, nem o Império Norte Americano, nem o hiperconflito serão toleráveis. Novas forças, altruístas e universalistas, já atuantes hoje, tomarão o poder mundial-mente, devido a uma premência ecológica, ética, econômica, cultural e política.Elas se rebelarão contra as exigências da vigilância, do narcisismo e das normas. Conduzirão, progressivamente, a um novo equilíbrio, dessa vez planetário, entre o mercado e a democracia: a hiperdemocracia. Instituições mundiais e continentais organizarão a vida coletiva, graças a novas tecnologias. Fixarão limites ao artefato comercial, à modificação da vida e à valorização da natureza. Favorecerão a gratuidade, a responsabilidade, o acesso ao poder. Tornarão possível o nascimento de uma inteligência universal, unificando as capacidades criadoras de todos os seres humanos, para ultrapassá-las.Nesses tempos vindouros, menos longínquos do que se crê, o mercado e a democracia, no sentido em que nós os entendemos hoje, se tornarão conceitos ultrapassados, lembranças vagas, tão difíceis de compreender como o são hoje o canibalismo ou os sacrifícios humanos. Como todo resumo, o que procede poderia parecer evidentemente caricatural, peremptório e arbitrário. O objetivo deste livro é mostrar que essa é, no entanto, a cara mais verossímil do futuro.

Comments are closed.