Posts Tagged ‘criatividade’

CASE – Spoolee

CASE – Spoolee

A observação dos problemas do dia a dia é fonte constante de inspiração para soluções inovadoras.

Foi isso, e mais um pedido da sua esposa, que fez com o que o designer industrial saísse com uma solução para todo o tempo que milhares de pessoas perdem diariamente desenrolando seus fones de ouvido.

O produto é muito simples, parece um prendedor de cabelo, onde você enrola o fone de ouvido. Para desenrolar, basta colocar a encaixe no dedo e puxar. Rápido e fácil.

O produto já conseguiu arrecadar, na plataforma de crowdsourcing kickstarter, mais de 3 vezes o montante inicialmente pedido e ainda tem 25 dias para esgotar seu tempo de captação.

Mais informações em:

- https://www.kickstarter.com/projects/1766536296/spoolee-have-fun-managing-your-earbuds?ref=popular
- http://pme.estadao.com.br/noticias/noticias,inventor-cria-maneira-facil-de-guardar-os-fones-de-ouvido,5034,0.htm

Pense Duas Vezes Antes de Comprar

Pense Duas Vezes Antes de Comprar

Imagine uma empresa que, ao invés de pedir que seus clientes comprem mais, faz um apelo para que eles pensem antes de comprar produtos novos. Está é uma iniciativa da marca de roupas esportivas Patagônia, que por incrível que pareça fatura U$ 400 milhões anuais.

A ação vai além de um apelo motivacional, a empresa se uniu ao eBay, para incentivar a compra de roupas usadas da marca, onde o usuário pode comprar roupas novas ou dar lances nos produtos de segunda mão.

Mas esta não é a primeira ação sustentável e social da empresa, em 2005 criaram o programa Common Threads, onde os clientes enviam roupas da marca que não utilizam mais para serem recicladas.

A iniciativa arrecadou cerca de 45 toneladas de roupas, que foram recicladas, transformando-se em 34 toneladas de roupas novas.

“Nós somos a primeira empresa a pedir que os consumidores assumam um compromisso formal e sejam parceiros no esforço de reduzir o consumo e manter seus produtos longe dos aterros ou incineradores”, diz Yvon Chouinard, dono da marca e principal executivo da empresa.”O programa pede que os consumidores deixem de comprar aquilo de que não precisem. Se realmente precisarem, que comprem algo que vá durar muito – e que consertem o que estragar e revendam o que já não usam. Finalmente, que reciclem o que estiver realmente rasgado”. (Revista Pagina 22)

Iniciativas como está mostram a importância do papel e do posicionamento das empresas no ciclo do desenvolvimento sustentável.

Um Litro de Luz

Um Litro de Luz

A fundação MyShelter está fazendo algo diferente, algo que nos faz acreditar que ainda há uma saída para problemas simples que nunca foram resolvidos.

Atualmente milhões de filipinos ainda não tem acesso a qualquer tipo de luz dentro de seus lares, por isso, foi criado o projeto Isang Litrong Liwanag (um litro de Luz), que foi desenvolvido por estudantes do MIT.

A ideia é  original, uma garrafa de plástico com água sanitária instalada em um telhado de metal, refratando a luz solar para dentro da casa.

Inovações simples, que podem ajudar a mudar o mundo.

Thirty Conversations on Design

Thirty Conversations on Design

Todos os anos o projeto Thirty Conversations on Design convida 30 profissionais do design mundial para responder duas perguntas:

“Dê um único exemplo de design que mais te inspira.” e “Qual problema o design poderia resolver?”

Com breves vídeos, o projeto também apresenta algumas questões que precisam ser resolvidas no mundo, como: Água, Transporte e Educação.

Imagine uma animação feita com 350 mil folhas post-it

Imagine uma animação feita com 350 mil folhas post-it

Show!!

Uma ideia simples, trabalhosa na execução, mas que gera um grande impacto.

Esta foi a ação feita pela marca Melissa, que contou com 25 animadores e durou 5 meses de execução.

Para criar 2.500 invenções por ano, mude o ambiente corporativo!

Para criar 2.500 invenções por ano, mude o ambiente corporativo!

Tornar o ambiente de trabalho mais divertido virou uma tendência no mundo corporativo, cada vez mais empresas aderem a esta novidade.

O escritório da companhia de desenvolvimento de produtos Davison, localizado na cidade de Pittsburgo, nos Estados Unidos, levou o nome de INVENTIONLAND.

O espaço com cerca de 7 mil m², mais parece um parque de diversões, com casas na árvore, navio pirata,  uma bota, cupcakes e pirulitos gigantes.

O escritório é tão diferente que diversas escolas (do jardim de infância a faculdade), empresas e outros grupos se cadastram para fazer um tour pelo local.

Tudo isso para que seus 250 funcionários sintam-se motivados para criar as 2.500 invenções que são lançadas todos os anos nas lojas como Wal-Mart, FAO Schwarz, entre outras.

wi-Go – Projeto Social com o Kinect

wi-Go – Projeto Social com o Kinect

O universitário português Luis Carlos de Matos criou o projeto wi-Go, utilizando a tecnologia Kinect, da Microsoft.

A idéia do projeto wi-Go é transformar carrinho de supermercado em um robô, utilizando um carrinho elétrico com um notebook e um Kinect, para que ele siga fielmente a pessoa enquanto ela anda pelas prateleiras fazendo as compras.

O projeto visa simplificar o ato de ir às compras para pessoas com dificuldades motoras, gestantes, cadeirantes e idosos.

O vídeo abaixo é uma demonstração de como o projeto funcionará dentro de um supermercado.

Fontes: http://revistagalileu.globo.com/Revista/Common/0,,EMI238943-17770,00.html

http://www.tecmundo.com.br/10516-wi-go-carrinho-de-compras-com-kinect-que-segue-cadeirantes-pelo-supermercado.htm

O Design na Construção de Identidade de Marca

O Design na Construção de Identidade de Marca

Praticamente todo brasileiro usa, já usou e conhece aquelas sandálias clássicas, as Havaianas, que de sandália de operário foi reinventada para conquistar consumidores no mundo todo e de todas as classes sociais.

Pelo processo do Design Thinking, a marca trouxe novos conceitos, pensando no consumidor e descobrindo o que agrega valor à ele. Apostou na criação de personalidade em seus produtos com estampas e cores, entretanto, sem deixar seus atributos: como não ter cheiro, não deformar e suas tiras que não soltam.

Até não tem muita novidade, no entanto, o processo de Design Thinking não modificou apenas suas sandálias, também ajudou na criação de um novo produto, desenvolvido em parceria com a IDEO, a intenção era criar uma linha de bolsas que compartilhassem a ousadia das suas sandálias.

Para criar as bolsas, primeiramente, a IDEO buscou entender a essência da marca, entrevistando brasileiros de origens demográficas e socioeconômicas diversas, encontrando pontos em comum entre eles – todos tinham um espírito vibrante e apreciação pela simplicidade, autenticidade, diversão, alegria e prezavam o conforto físico.

Ao invés de gerar apenas idéias, a IDEO resolveu fazer séries de Handstorms, gerando protótipos de bolsas, de vários formatos e materiais, e a avaliação era feita conforme a personalidade da marca. Chegando a um estilo de bolsa simples, sem complicações, desencanada, sempre mantendo sua conexão com a identidade brasileira da marca.

Um Marketing Brilhante para Sustentabilidade

Um Marketing Brilhante para Sustentabilidade

Um Flash Mobs brilhante para um tema clássico. Uma idéia inteligente para chamar a atenção para uma causa muito importante, a quantidade de lixo fabricada no mundo.

China tem projeto de trem que anda por cima de carros

Composição é mais barata que metrô e é projetada para ser instalada quatro metros acima da via de circulação

por Redação Galileu

Para conter o avanço do caos no trânsito sem arcar com os grandes investimentos necessários para a construção do metrô subterrâneo, uma empresa chinesa projetou um trem suspenso com espaço para que os carros passem por baixo. O projeto, batizado de “3D Express Coach” é da Huashi Future Parking Equipment, da cidade chinesa de Shenzhen.

O trem, movido a energia elétrica e solar, teria velocidade média de 40 km/h, podendo chegar a uma velocidade máxima de 60 km/h. Segundo o projeto, a composição terá 6 metros de largura e será suspensa a cerca de 4 metros de altura para que carros com até 2 metros de altura passem sob o trem. O “3D Express Coach” pode ser aprovado no fim de agosto e deve começar a ser construído ainda no final de 2010 em um distrito de Pequim, segundo o Gizmodo.

Editora Globo

A composição, que tem capacidade para 1.200 passageiros, custa cerca de 10% do valor de um metrô subterrâneo, segundo a empresa chinesa responsável pelo projeto. O trem, diz a empresa, poderia funcionar com trilhos colocados nas laterais de ruas e avenidas já existentes, sem necessidade de grandes escavações e desapropriações de terrenos.

No site da Galileu tem um vídeo de como funciona o trem. Assista!

Será que o projeto dará certo, sem aumentar os riscos de acidentes graves e envolvendo mais pessoas. Se der, é uma boa opção para outros países, como o Brasil, que precisa melhorar o transporte público.

Pilhas mais sustentáveis

Imagine uma pilha que pode ser recarregada por vibrações. Acabou a pilha do controle remoto? É só sacudi-lo para recarregar. A empresa japonesa Brother Industries inventou este um novo tipo de pilha recarregável, substituindo as comuns, que atualmente são um grande problema para o meio ambiente, produzindo uma grande quantidade de lixo tóxico.

Fonte: Tech-On

Fan it

O canal de televisão americano NBC achou uma forma inovadora e divertida de marcar presença nas redes sociais, o Fan it, que ajuda a aumentar a fidelidade dos telespectadores.

Usando o Facebook, twitter, foursquare e Myspace, os usuários que promoverem, interagirem e debaterem sobre os programa de TV da emissora ganharão pontos que podem ser trocados por produtos da NBC, previews de shows, produtos virtuais, emblemas e entrada para eventos esportivos, incentivando assim que eles assistam a NBC.com.

Fan It could possibly serve as a precursor for redefining metrics around television viewing audiences. The television ratings system has remained relevantly unchanged since 1950. One company, Nielsen Media.

Research, has always been responsible for audience measurement and those measurements play a significant role in determining network advertising rates. Data from social networks could become an important new element in measuring audience engagement.

If done right, NBC’s initiative could move the industry towards officially recognizing the significance of social media.” Mashable

Festival de Cultura e de Inovação

O 14° Cultura Inglesa Festival que começou nesta semana, trás atrações de diversas áreas artísticas, agitando o circuito cultural da cidade de São Paulo. O ingresso para o festival é um livro novo ou usado, que serão doados para escolas públicas e centros comunitários da cidade de São Paulo.

“Triunfo das cores, do amor e da música sobre os maldosos azuis”… Inspirado em Yellow Submarine, dos Beatles, é fascinante.

Carlos Nunes, artista do Ateliê Fidalga tem um trabalho de pura criatividade, linguagem apurada e execução que faz o complexo parecer mais simples, do que de fato ela é.

Uma história é contada através de uma série de desenhos construídos e determinados por mecanismos que articulam som, luz e cor, seja pela duração ou ritmo de uma música ou, até mesmo, por algum dispositivo eletromecânico como um gravador ou toca discos.”

Se puder, visite também Estudos de Figuras Humanas – Tributo a Francis Bacon

Para saber mais: http://www.culturainglesasp.com.br

Patch Adams e a Humanização das Relações no Trabalho

por Moysés Simantob

Patch Adams

No dia 05 e 06 de maio foi realizado no Club Homs dois eventos de Patch Adams, um palestra, “The Joy of Caring” (A Alegria de Cuidar), e Workshop, “Living a life of joy” (Vivendo com alegria). Nestes eventos foram explorados os temas felicidade e a arte de cuidar, por meio de atividades práticas, discussão de idéias e conversas com o público.

Para que não conhece, Hunter “Patch” Adams é um médico americano que revolucionou a forma de atendimento médico antes conhecida. Seu trabalho, iniciado na década de 70, He devem estar presentes medicina. Com a idéia de introduzir palhaços nos hospitais, para aliviar o sofrimento dos doentes. Seu projeto criou a fundação do Instituto Gesundheit !

 

Sua vida foi passada para as telonas com o filme “Patch Adams – O amor é contagioso”, estrelado por Robin Williams em 1998, visto por milhões de pessoas no mundo todo.

 

 

A Crise Segundo “Einstein”

Enviado por Ana Lucia Mariz

 

 

Não pretendemos que as coisas mudem, se sempre fazemos o mesmo.

A crise é a melhor benção que pode ocorrer com as pessoas e países, porque a crise traz progressos. A criatividade nasce da angústia, como o dia nasce da noite escura. É na crise que nascem as invenções, os descobrimentos e as grandes estratégias.

 

 

Quem supera a crise, supera a si mesmo sem ficar “superado”. Quem atribui à crise seus fracassos e penúrias, violenta seu próprio talento e respeita mais aos problemas do que às soluções.

A verdadeira crise, é a crise da incompetência. O inconveniente das pessoas e dos países é a esperança de encontrar as saídas e soluções fáceis.

 

 

 

 

Sem crise não há desafios, sem desafios, a vida é uma rotina, uma lenta agonia.

Sem crise não há mérito. É na crise que se aflora o melhor de cada um.

Falar de crise é promovê-la, e calar-se sobre ela é exaltar o conformismo.

 

 

 

 

Em vez disso, trabalhemos duro. Acabemos de uma vez com a única crise ameaçadora, que é a tragédia de não

 querer lutar para superá-la

 

 


Ato Criativo

por Moysés Simantob

   

 

 

Você pode pedir

Meus olhos emprestados,

Mas não deve tirá-los de mim!

 

 

 

 

 

A respeito da psicologia do próprio ato criativo, mencionei os seguintes aspectos correlacionados a ele: o deslocamento da atenção para algo não notado previamente, que era irrelevante no contexto antigo e é relevante no novo; a descoberta de analogias escondidas como um resultado do primeiro contexto;

 

 

a conscientização de axiomas tácitos e de hábitos de pensamentos implícitos nos códigos, que eram aceitos como verdadeiro; a revelação daquilo que sempre esteve lá.

 

 

 

Isso nos leva ao paradoxo de que quanto mais original for uma descoberta, mais óbvia ela parecerá depois. O ato criativo não é um ato de criação no sentido do Velho Testamento.

 

 

Não cria alguma coisa do nada: ele revela, seleciona, embaralha novamente, combina, resume fatos já existentes, idéias, aptidões e talentos. Quanto mais familiares forem as partes, mais surpreendente será o novo todo.

 

Arthur Koestler: The act of Creation; pp. 119-120