Inovar para todo mundo é o melhor negócio

Com linha de refrigeradores de uma porta do tipo frost-free, Whirlpool do Brasil conquista 10% das vendas do setor no país

Por Soraia Yoshida

“Inovar nunca foi muito simples, mas nossa equipe mostrou que é possível”, diz José Drummond Jr, presidente daWhirlpool Latin America. Com 98 anos de mercado, a empresa premiada entre os destaques Processo de Inovação da Época NEGÓCIOS mostrou que seu investimento de R$ 100 milhões anuais em pesquisas, desenvolvimento e inovação tem resultados diretos na comercialização de seus produtos das marcas Brastemp eConsul.

Com 50% do mercado de refrigeradores, a Whirlpool pode comprovar que os consumidores entenderam perfeitamente seu conceito de inovação. Lançada no final do ano passado, a linha “Facilite”, com refrigeradores do tipo frost-free (que faz degelo automático) de apenas uma porta, responde por 20% das vendas de todo o segmento de refrigeração da empresa. Mais: hoje o produto representa 10% de todas as vendas do mercado no país.

“Inovar para rico é fácil, agora inovar para as massas é mais difícil”, argumenta Drummond. Ao criar o novo produto a partir de uma pesquisa com consumidores, a empresa colocou no mercado um produto de tecnologia com preço competitivo. “Toda inovação vem associada a uma característica aspiracional. Com esse produto, trouxemos a aspiração para perto do consumidor”.

Com o início do segundo semestre e projeções mais otimistas para a economia brasileira (o país deve sair antes da crise, diz o jornal inglês “Financial Times”), a Whirlpool prefere não adiantar seus planos de investimento ou novos projetos. “É um mercado muito competitivo”, desconversa José Drummond Jr. Mas logo emenda que a empresa tem um comprometimento de longo prazo com o país.

“Nós não estamos aqui pelos próximos 30 dias, estamos aqui por bem mais que os próximos 30 anos”, diz. “Investimos num ano bom ou num ano ruim. E se investimos em 2008, por que não agora?”.